Pular para o conteúdo principal

A revisão acadêmica: tese, dissertação, artigo

A complexidade do processo de revisão e a imprecisão do próprio conceito requerem que, antes de aprofundar em aspectos práticos, seja conveniente especificar em termos teóricos sua essência, a tipologia de textos com que trabalhamos e as várias modalidades que podem ser cobertas.

Definição de revisão acadêmica

Aperfeiçoamento de um texto científico ou tecnológico a fim de eliminar problemas ortossintáticos e propor incrementos à textualidade e à comunicabilidade.

Objetos específicos da revisão de textos científicos

No âmbito da produção acadêmica, trabalhamos com diversos gêneros de textos, aplicando a todos o mesmo rigor linguístico e metodológico:
  • teses de doutoramento, de pós-doutoramento, livre-docência e concursos para professor titular;
  • dissertações de mestrado acadêmico ou profissional, TCC de graduação ou pós-graduação lato-senso, monografias de curso ou de concurso;
  • artigos para publicação em periódicos científicos, comunicações para congressos, relatórios de estágios ou de experiências, projetos de tese, dissertação ou para concursos de ingresso em pós-graduação.
Seu texto merece a melhor revisão: Keimelion.
Revisão acadêmica é aquela que atende às necessidades dos autores universitários.

A revisão acadêmica que fazemos

O revisor lê palavra por palavra, frase por frase o texto original e introduz suas correções ou observações. Nossa revisão acadêmica corresponde ao serviço completo de que o autor necessita, sem considerações de distinguir entre revisão e preparação, como alguns revisores fazem e como se pratica no mercado editorial. Normalmente, o texto completo é revisado, mas a revisão, às vezes, pode ser segmentada (limitada a uma parte ou certos aspectos do conteúdo, dependendo de determinadas circunstâncias e do que for pactuado), esse segmentação não é recomendável, mas é possível.
A revisão acadêmica compreende todos os aspectos ortográficos, morfossintáticos e estilísticos; coerência macro e micro textual; adequação ao registro culto na linguagem acadêmica, ou ao registro correspondente a cada segmento do texto. A revisão acadêmica aplica-se a todas as espécies de textos do gênero acadêmico.

Princípios da revisão acadêmica

De modo a realizar o trabalho mais eficiente possível, o revisor deve orientar-se pelos seguintes pressupostos teóricos:
  1. presunção de boa qualidade do texto original;
  2. dedicação à revisão com esforço proporcional à importância do texto;
  3. segurança em rejeitar qualquer construção que considere deficiente;
  4. não reescreva o texto;
  5. não impor suas preferências pessoais em detrimento daquelas do autor;
  6. interferir entendendo a intensão do autor, não a expressão literal;
  7. consideração de que, quanto menos interferências forem feitas ou propostas, melhor;
  8. argumentação sempre com referências a fontes específicas, nenhuma interferência é justificada por si;
  9. relevância em todas as interferências propostas;
  10. marcação de todos os casos duvidosos e questionamento ao autor;
  11. compreensão de que a revisão moderna é processo dialógico;
  12. consideração da revisão como processo de aprendizado, tanto para o revisor e para o autor;
  13. responsabilização da revisão pela equipe como todo;
  14. manutenção do direito sobre o texto revisado pelo autor, o trabalho do revisor é complementar e de assessoramento.

Procedimento de revisão acadêmica

Para descrever de forma prática o processo de revisão, as etapas do processo são apresentadas aqui sequencialmente. Essa é uma ordem ideal, dependendo do caso, etapas são fundidas ou desdobradas.
  1. Redação e entrega do texto: o auto entrega um texto original, indicando o serviço demandado, apresenta suas dúvidas e as soluções que deseja. A entrega deve ser feita em bom tempo, para que o trabalho de revisão possa ser realizado na melhor condição possível.
  2. Recepção e orçamento: após a recepção do texto original, é feito o orçamento e o revisor verifica os cronogramas de trabalho para garantir a pontualidade e os prazos do autor.
  3. Amostra de revisão: o revisor revisa uma parte do texto apresenta ao autor para aferição de critérios.
  4. Revisão propriamente: em consecutivas leituras, sempre que o revisor detectar um erro, omissão, adição, incorreção, incoerência ou falha, interfere indicando claramente por meio eletrônico e introduz as correções mecânicas necessárias para que possam ser facilmente incorporados no texto, apontando as sugestões de forma diferenciada.
  5. Concordância geral: uma vez que a correção de determinado elemento seja inserida, o revisor modifica o contexto, se necessário.
  6. Coerência geral: o revisor deve sempre ter em mente que a introdução de uma interferência em um ponto no texto pode exigir alterações em outras partes do trabalho.
  7. Diálogo com o autor: o revisor discute com o tradutor os pontos essenciais de suas interferências; isso pode ser feito diariamente, pelo envio de um “estado da arte” ao autor.
  8. Resolução de divergências: em caso de divergência, o auto e o revisor decidem o critério a ser adotado, prevalecendo, ao fim, a decisão do autor: ele é o dono do texto.
Conclusão: o revisor é responsável por interferências a serem propostas ao autor. Quando elas se referem a erro, omissão, repetição, incorreção, incoerência ou inconsistência; a diretriz é a fornecida no livro de estilo ou no guia de normas indicado; todas as sugestões de mudanças vão ao autor para sua apreciação.
Share on Tumblr

Postagens mais visitadas deste blog

Normas básicas de digitação

Vale a pena digitar corretamente. A digitação correta é uma prática em desuso. Quase ninguém mais se preocupa com conceitos básicos da datilografia que foram transposto à digitação. Entretanto, formatar uma tese ou dissertação é infinitamente mais complexo que saber digitar num processador de textos. Nada dispensa a boa revisão . Um dos motivos pelos quais  o trabalho do revisor é  indispensável é porque  ninguém mais digita como  se deve. Aqui estão alguns problemas que sempre identificamos nas digitações problemáticas: A lacuna que separa os elementos gráficos (por exemplo, entre duas palavras) deve ser feita por um e apenas um espaço. O recuo do parágrafo, o alinhamento recuado das citações ou das tabelas etc. devem ser feitos por tabulação (ou então pelo recurso de estilo ou modelo, dos programas de edição de texto do computador). Não há espaço antes da pontuação (ponto, ponto-e-vírgula, vírgula, dois pontos). Há um espaço (e apenas um) depois da pontuação (ponto, ponto-e-vírgul

Como escrever um texto acadêmico - as melhores dicas!

Aspectos gerais e específicos do texto acadêmico Um texto científico ou acadêmico é um complexo trabalho dissertativo ou narrativo que tem características próprias sobre sua concepção, criação e apresentação.  Bons textos científicos acrescentam conhecimento mesmo quando levantam novas dúvidas, novos problemas ou novas abordagens sobre uma questão, permitindo que leitores encontrem realidade e humanidade em palavras que foram completamente estruturadas para apresentar ou discutir um enfoque específico de um tema. Não importa qual tipo de texto você queira ou necessite escrever – pode ser uma tese de livre-docência, de doutorado, uma dissertação, monografia, um artigo científico, relatório – você precisará de disciplina, energia criativa e de dedicação para a pesquisa, criação, revisão e edição do texto. Apresentamos algumas sugestões para contribuir na redação. Cada tipo de texto científico tem suas características. Familiarize-se com o tipo de texto que pretenda produzir. Antes de c

Como escrever o resumo de sua tese ou dissertação

Melhore o resumo de sua tese ou dissertação. O resumo é parte necessária da apresentação final de uma tese , dissertação ou mesmo de um artigo. A versão final do resumo terá de ser escrita depois que você terminar de ler a sua tese para enviar ao revisor do texto. Um resumo prévio, escrito nas diferentes fases do seu trabalho vai ajudar você a ter uma versão curta de sua tese a cabeça. Isso vai conduzir seu pensamento sobre o que é que você está realmente sendo feito, vai ajudá-lo a ver a relevância do que você está trabalhando no momento dentro do quadro maior, e ajudar a manter os vínculos que acabarão por conferir unidade à tese (dissertação, TCC, artigo). Resumo é uma apresentação concisa dos pontos relevantes de um documento (NBR 6028:2003). O que é um resumo? O resumo é um componente importante da tese. Apresentado no início da tese, é provável que seja a primeira descrição substantiva do trabalho a ser lida por um examinador ou qualquer outro leitor externo. Você deve vê-lo com

Quinze dicas para a hora de defender a tese

Defesa de tese ou dissertação: hora H! Depois de ter concluído a tese , é essencial que o aluno se prepare para a apresentação oral do trabalho.  Um excelente texto não garante que a exposição na etapa final seja boa e, se o aluno não apresentar a tese de forma satisfatória, os examinadores podem subestimá-la ou até mesmo duvidar da preparação científica do candidato. O candidato se prepara redigindo o texto. A Kemelion prepara o texto, revisando e formatando. Geralmente a apresentação oral da tese é geralmente é feita por meio de slides em Powerpoint ® (ou software similar) contendo texto, figuras, tabelas, desenhos e fotografias . Bons slides não são tudo. O aluno deve estar preparado e conhecer ponta a ponta o conteúdo, coordenando bem a apresentação conforme explica os slides e se comportando de forma adequada durante essa etapa do trabalho. Abaixo apresentamos algumas dicas, tanto referentes à formatação e estilo da apresentação de slides, como à discussão da tese – aplicáveis a m

Como começar a escrever a tese ou dissertação

Dicas básicas para dar início à redação da tese Aqui vão algumas dicas para escrever teses e dissertações , ideias simples e práticas, para ajudar em problemas de como começar e como organizar, subdividindo a enorme tarefa em partes menos árduas para, em seguida, trabalhar nas partes.  Também vamos explicando, de maneira prática, como sobreviver à provação que a tese representa. Não é para ninguém morrer escrevendo a dissertação ou tese.  Estamos incluindo uma estrutura sugerida e orientação sobre o que deve haver em cada seção. Originalmente escrito para estudantes de pós-graduação ciências duras (física, matemática, engenharia), boa parte dos exemplos específicos fornecidos são tirados dessas disciplinas. No entanto, pode utilizado e apreciado pelos alunos de pós-graduação em várias áreas de Ciências e Humanidades.  Para começar a escrever a tese Quando você vai começar, escrever uma tese ou dissertação parece uma operação longa e difícil. Isto é porque é demorado e difícil mesmo!