Pular para o conteúdo principal

Revisão e formatação de teses

Padrão Keimelion de revisão: o melhor.

A Keimelion oferece serviços profissionais para revisão e revisão de teses e dissertações para programas de pós-graduação em todas as áreas acadêmicas desde 1999.

Para submeter sua tese de doutorado ou dissertação aos nossos serviços especializados de revisão e formatação, basicamente, assim que você tiver 90% ou mais de seu trabalho redigido, envie para nós que faremos um orçamento e apresentaremos detalhadamente nosso método de trabalho. O endereço de e-mail está aqui ao lado.
A revisão de teses e a formatação na Keimelion são feitas por uma equipe composta de revisores e formatadores altamente qualificados com profundo conhecimento de linguística aplicada à revisão e vasta experiência. Todos têm prática com teses e gosto pelo trabalho atendo, cuidadoso e detalhista. Eles têm experiência universitária e científica em muitos campos do conhecimento. Nossos revisores especializados na revisão e correção de teses de doutorado já cooperaram no trabalho de estudantes de nível avançado em uma ampla gama de assuntos e em diferentes universidades. Confira nosso portfólio. Nossos serviços permitem que você esteja totalmente confiante sobre a qualidade do trabalho que estamos fazendo: enviamos diariamente aos clientes um “estado da arte” que permite ao autor acompanhar par e passo os trabalhos desenvolvidos, sem surpresas ao fim.

Formatação de tese é bem mais complexo que parece. Contrate um profissional e cuide só do conteúdo.
Revise na Keimelion sua tese de  doutorado.
A tese necessária para você obter o doutorado implicou em anos de investimento seu em preparação, pesquisa, discussões, escrita e correções (para não mencionar os cursos e as despesas). Mas qualquer estudante pode falhar na defesa, ou mesmo na hora de depositar o trabalho, se as regras prescritas pelo departamento ou universidade não são respeitadas, ou se sua tese apresenta erros demais na gramática, ortografia ou pontuação. Nossa equipe de revisores acadêmicos e científicos e de formatadores pode ajudá-lo a eliminar esse risco desagradável, verificando cuidadosamente a exatidão e consistência da escrita e apresentação de sua tese, corrigindo erros, se houver, e sugerindo possíveis melhorias.
Um doutorado não é apenas uma bela conquista intelectual, mas também um passo significativo para a carreira universitária ou científica. Como já apontamos, preparar, projetar, escrever, revisar, corrigir e refinar uma tese que irá contribuir para o conhecimento sempre requer muito tempo e esforço. Para muitos candidatos, esta é a primeira vez que apresentam uma escrita acadêmica ou científica tão longa e onde constroem um argumento sustentado e convincente em vários capítulos. Tudo isso já é um desafio.
Para comunicar conteúdo complexo e discuti-lo de forma clara e refinada, gramática, ortografia e pontuação têm que estar absolutamente corretas. Todos os modelos aplicáveis, regras e instruções fornecidas pelo departamento para a tese devem ser claramente aplicados à estrutura e ao conteúdo. Muitas vezes, as instruções incluem estilos editoriais (ABNT, APA, Vancouver, Chicago, ISO), ou técnicas de apresentação de referências, que devem ser seguidas criteriosamente. Na ausência de tais regras, os métodos de apresentação eficazes devem ser conhecidos e utilizados de forma sistemática. Negligenciar essas regras ou deixar passar muitos erros, pode levar ao fracasso no exame da tese ou mesmo já na hora da qualificação, mesmo que a investigação seja bem concebida e cuidadosamente conduzida a análise, ainda que os resultados representem um avanço no conhecimento.
Poucos doutorandos estão prontos para enfrentar uma redação tão longa e são capazes de fazer o tedioso trabalho de reescrita e formatação necessários para atender a todos os detalhes que requerem atenção na tese. A maioria não tem toda a capacidade ou o desejo (ou ambos) para fazer esse trabalho, a formatação ainda requer vários conhecimentos técnicos que não são comumente ensinados. O fato é, no entanto, que muitos erros na gramática, ortografia, pontuação e um formato incoerente podem criar confusão na mente do leitor e denotar a falta de profissionalismo. E mesmo que o conteúdo da memória do leitor ou examinador seja excelente, falhas na organização do texto podem resultar insucesso na defesa, afinal, a produção de um documento aceitável a partir da perspectiva universitária é parte do interesse de uma tese.
Os serviços de um revisor profissional não podem, naturalmente, substituir os comentários de seus pares ou dos membros de sua banca examinadora. Mas eles podem ajudá-lo a depurar o trabalho antes de você apresentá-lo. Além disso, se você perceber quando vai depositar a sua tese, ou durante um exame de qualificação, que o texto precisa de algumas correções antes que o grau possa ser concedido, nossos revisores podem ajudá-lo a aperfeiçoar seu trabalho. E mesmo se você não está sujeito a quaisquer condições, você pode, no entanto, considerar o uso dos serviços de um revisor profissional antes da defesa. Afinal, sua tese não é apenas o coroamento de seu trabalho de doutorado, ela vai aparecer no seu currículo como o primeiro documento importante em sua nova carreira.
Share on Tumblr

Postagens mais visitadas deste blog

Normas básicas de digitação

Vale a pena digitar corretamente. A digitação correta é uma prática em desuso. Quase ninguém mais se preocupa com conceitos básicos da datilografia que foram transposto à digitação. Entretanto, formatar uma tese ou dissertação é infinitamente mais complexo que saber digitar num processador de textos. Nada dispensa a boa revisão . Um dos motivos pelos quais  o trabalho do revisor é  indispensável é porque  ninguém mais digita como  se deve. Aqui estão alguns problemas que sempre identificamos nas digitações problemáticas: A lacuna que separa os elementos gráficos (por exemplo, entre duas palavras) deve ser feita por um e apenas um espaço. O recuo do parágrafo, o alinhamento recuado das citações ou das tabelas etc. devem ser feitos por tabulação (ou então pelo recurso de estilo ou modelo, dos programas de edição de texto do computador). Não há espaço antes da pontuação (ponto, ponto-e-vírgula, vírgula, dois pontos). Há um espaço (e apenas um) depois da pontuação (ponto, ponto-e-vírgul

Como escrever o resumo de sua tese ou dissertação

Melhore o resumo de sua tese ou dissertação. O resumo é parte necessária da apresentação final de uma tese , dissertação ou mesmo de um artigo. A versão final do resumo terá de ser escrita depois que você terminar de ler a sua tese para enviar ao revisor do texto. Um resumo prévio, escrito nas diferentes fases do seu trabalho vai ajudar você a ter uma versão curta de sua tese a cabeça. Isso vai conduzir seu pensamento sobre o que é que você está realmente sendo feito, vai ajudá-lo a ver a relevância do que você está trabalhando no momento dentro do quadro maior, e ajudar a manter os vínculos que acabarão por conferir unidade à tese (dissertação, TCC, artigo). Resumo é uma apresentação concisa dos pontos relevantes de um documento (NBR 6028:2003). O que é um resumo? O resumo é um componente importante da tese. Apresentado no início da tese, é provável que seja a primeira descrição substantiva do trabalho a ser lida por um examinador ou qualquer outro leitor externo. Você deve vê-lo com

Como escrever um texto acadêmico - as melhores dicas!

Aspectos gerais e específicos do texto acadêmico Um texto científico ou acadêmico é um complexo trabalho dissertativo ou narrativo que tem características próprias sobre sua concepção, criação e apresentação.  Bons textos científicos acrescentam conhecimento mesmo quando levantam novas dúvidas, novos problemas ou novas abordagens sobre uma questão, permitindo que leitores encontrem realidade e humanidade em palavras que foram completamente estruturadas para apresentar ou discutir um enfoque específico de um tema. Não importa qual tipo de texto você queira ou necessite escrever – pode ser uma tese de livre-docência, de doutorado, uma dissertação, monografia, um artigo científico, relatório – você precisará de disciplina, energia criativa e de dedicação para a pesquisa, criação, revisão e edição do texto. Apresentamos algumas sugestões para contribuir na redação. Cada tipo de texto científico tem suas características. Familiarize-se com o tipo de texto que pretenda produzir. Antes de c

Quinze dicas para a hora de defender a tese

Defesa de tese ou dissertação: hora H! Depois de ter concluído a tese , é essencial que o aluno se prepare para a apresentação oral do trabalho.  Um excelente texto não garante que a exposição na etapa final seja boa e, se o aluno não apresentar a tese de forma satisfatória, os examinadores podem subestimá-la ou até mesmo duvidar da preparação científica do candidato. O candidato se prepara redigindo o texto. A Kemelion prepara o texto, revisando e formatando. Geralmente a apresentação oral da tese é geralmente é feita por meio de slides em Powerpoint ® (ou software similar) contendo texto, figuras, tabelas, desenhos e fotografias . Bons slides não são tudo. O aluno deve estar preparado e conhecer ponta a ponta o conteúdo, coordenando bem a apresentação conforme explica os slides e se comportando de forma adequada durante essa etapa do trabalho. Abaixo apresentamos algumas dicas, tanto referentes à formatação e estilo da apresentação de slides, como à discussão da tese – aplicáveis a m

Dez dicas para a escolha do orientador da tese ou dissertação

Como escolher o orientador acadêmico Existem alguns prós e contras a se ter em mente ao escolher alguém importante para orientar sua tese de doutoramento ou a dissertação de mestrado. E existem muitos contras em se escolher alguém com má fama.  Discute-se sobre a qualidade, rigor, ética e preparação dos estudantes de pós graduação. Eles são monitorados, medidos e ridicularizado por seu despreparo ou pelo lento progresso para a conclusão do trabalho final, tese ou dissertação. Mas as inconsistências e problemas com os orientadores e as orientações que eles fazem costumam ser esquecidas nas críticas. A escolha do orientador é muito importante no início da pesquisa. Ao fim, o importante é escolher o revisor certo. O estudante escolhem o programa de pós-graduação que lhe interesse e deve escolher com rigor o orientador adequado.  Os piores orientadores compartilham três características imperdoáveis:  Não leem o texto dos alunos antes de os discutir;  Nunca se reúnem com o orientando;  S