Pular para o conteúdo principal

Revisão de textos e tecnologia: de ontem para hoje

Tecnologia e revisão: ontem e hoje.

“Uma máquina pode fazer o trabalho de 50 homens comuns. Não há máquina que possa fazer o trabalho de um homem extraordinário.” (Ebert Hubbard, escritor americano, 1856- 1915).

Computadores são excelentes ferramentas para revisão e tradução.
Revisores são seres humanos.

 — Os robôs chegaram! Os robôs chegaram!

Pelo menos é o que a mídia está dizendo. Em muitos empregos, como na lavoura ou nas linhas de montagem, os robôs estão começando a ultrapassar os seres humanos e em breve tomarão seu lugar. Mas os revisores também estão na mira dos robôs (ou dos programas de correção ortossintática). Será que isso significa que nós revisores vamos perder o nosso sustento em poucos anos? Muitos jornais diários eliminaram a presença de revisores na redação, é verdade, mas muito jornais também já deixaram de ser impressos, outros deixaram de existir: não faz mais muito sentido imprimir notícias que ficam velhas antes de a tinta secar!

Nosso ofício de revisar está em risco? Não temos tanta certeza…

Share on Tumblr

A lenta evolução da revisão automática

Nos anos 1950, os primeiros cientistas da computação pensaram que poderiam aplicar as técnicas da descriptografia usadas com sucesso durante a Segunda Guerra à revisão. Eles disseram que, afinal, as línguas eram apenas mais um tipo de código. Aqueles cientistas acreditavam que levaria alguns anos para encontrar o Graal (a máquina de revisão universal – ou os tradutores universais) e que ninguém jamais precisaria dos serviços de um intérprete ou revisor. Eles ainda trabalham no mesmo projeto 70 anos depois; evoluíram bastante, mas ainda estão a anos-luz de conseguir uma máquina pensante que faça o trabalho com textos com a inteligência humana.
Mas isso não quer dizer que nosso trabalho não mudou nada no mundo da revisão. Na verdade, praticamente tudo mudou. Primeiro os computadores pessoais, em seguida, a internet, revolucionaram o domínio da informação, aumentando exponencialmente o volume de produção de textos, matéria prima para os revisores. Também aumentou o número de leitores e eles passaram a estar espalhados pelo mundo afora. Autores e leitores continua precisando se entender e a mídia é o texto que, lido ou ouvido, precisa ser compreendido.

O antes e o depois da revolução da informática

Vamos fazer uma rápida comparação de revisão de textos antes e depois da revolução do computador. A coluna da esquerda descreve a etapa do processo de revisão. A coluna central mostra como as coisas eram antes dos computadores, de acordo com o que o meu… como eu diria… colega que têm mais experiência na vida me disse…. A coluna direita mostra a prática atual.

Quadro do processo de revisão antes e depois da revolução dos computadores
Etapa do processo
Idade da pedra
Era de a informação
Enviar de documento à revisão
O cliente envia o documento digitado, por um portador ou pelos correios, ao revisor.
O cliente envia um documento digital para o revisor por e-mail.
Arquivamento e consulta de versões anteriores do mesmo documento
O revisor abre suas pastas cheias de textos semelhante ou de versões anterior de mesmo texto e os coloca sobre a mesa para consultar.
Um software compara o texto de documento o conteúdo de um banco de dados de revisões anterior. O revisor pode consultar o banco de dados e ver os textos assemelhados.
Uso de dicionários
O revisor procura palavras em dicionários de papel impresso.
O revisor checa palavras em de dicionários eletrônicos e os neologismos pela internet em corpus e na mídia especializada.
Usar de bancos de termos
O revisor consultar um banco de termos em um catálogo em folhas ou em fichário próprio.
O revisor procura os termos em um banco de dados de terminologia on line, em qualquer parte do mundo.
Consulta de documentos de referência
O revisor é recorre à biblioteca para consultar uma seleção limitada de fontes confiáveis e de textos comparáveis.
O revisor navega pela internet para consultar uma quantidade quase infinita de informações e de textos comparáveis.
Revisão
O revisor imprime ou copia o o texto antes de o ler em papel.
O revisor trabalha em um software de editoração de textos e o revisa na tela.
Preparação da versão final
A cópia em papel anotada e passada a um datilógrafo que vai interpretar um emaranhado de signos de revisão.
A versão final é salva digitalmente. O autor, outro revisor ou o editor podem conferir diretamente no mesmo arquivo as interferências propostas.
Enviar de a revisão ao cliente ou à composição e impressão
O texto revisado é enviado ao cliente por correio ou por portador.
O cliente recebe a revisão pronta. Ele pode baixar o arquivo do servidor ou receber 
por e-mail.
Os benefícios para os revisores de hoje

Esta lista reporta apenas parte das muitas ferramentas de computador que os revisores utilizam no trabalho. Gosto de pensar que a interação entre a revisão e a tecnologia pode ser medida em uma escala de 0 (papel e caneta) para 10 (revisão totalmente informatizada). A maior vantagem dos avanços tecnológicos das últimas décadas é talvez simplesmente a variedade de possibilidades oferecidas por essa escala maciça de informações. A abundância de opções permite-nos usar a tecnologia que funcione melhor para nós ou para a tarefa em mãos. A tecnologia de hoje está sendo usada pelo revisor humano, que pode entregar um produto melhor em menos tempo.
Em suma, os robôs chegam, é verdade, mesmo que muito lentamente. E nossa experiência nos mostra que eles são nossos amigos. E para você, qual é a principal vantagem (ou desvantagem) da tecnologia linguística em seu vida?

Postagens mais visitadas deste blog

Normas básicas de digitação

Vale a pena digitar corretamente. A digitação correta é uma prática em desuso. Quase ninguém mais se preocupa com conceitos básicos da datilografia que foram transposto à digitação. Entretanto, formatar uma tese ou dissertação é infinitamente mais complexo que saber digitar num processador de textos. Nada dispensa a boa revisão . Um dos motivos pelos quais  o trabalho do revisor é  indispensável é porque  ninguém mais digita como  se deve. Aqui estão alguns problemas que sempre identificamos nas digitações problemáticas: A lacuna que separa os elementos gráficos (por exemplo, entre duas palavras) deve ser feita por um e apenas um espaço. O recuo do parágrafo, o alinhamento recuado das citações ou das tabelas etc. devem ser feitos por tabulação (ou então pelo recurso de estilo ou modelo, dos programas de edição de texto do computador). Não há espaço antes da pontuação (ponto, ponto-e-vírgula, vírgula, dois pontos). Há um espaço (e apenas um) depois da pontuação (ponto, ponto-e-vírgul

Como escrever o resumo de sua tese ou dissertação

Melhore o resumo de sua tese ou dissertação. O resumo é parte necessária da apresentação final de uma tese , dissertação ou mesmo de um artigo. A versão final do resumo terá de ser escrita depois que você terminar de ler a sua tese para enviar ao revisor do texto. Um resumo prévio, escrito nas diferentes fases do seu trabalho vai ajudar você a ter uma versão curta de sua tese a cabeça. Isso vai conduzir seu pensamento sobre o que é que você está realmente sendo feito, vai ajudá-lo a ver a relevância do que você está trabalhando no momento dentro do quadro maior, e ajudar a manter os vínculos que acabarão por conferir unidade à tese (dissertação, TCC, artigo). Resumo é uma apresentação concisa dos pontos relevantes de um documento (NBR 6028:2003). O que é um resumo? O resumo é um componente importante da tese. Apresentado no início da tese, é provável que seja a primeira descrição substantiva do trabalho a ser lida por um examinador ou qualquer outro leitor externo. Você deve vê-lo com

Como escrever um texto acadêmico - as melhores dicas!

Aspectos gerais e específicos do texto acadêmico Um texto científico ou acadêmico é um complexo trabalho dissertativo ou narrativo que tem características próprias sobre sua concepção, criação e apresentação.  Bons textos científicos acrescentam conhecimento mesmo quando levantam novas dúvidas, novos problemas ou novas abordagens sobre uma questão, permitindo que leitores encontrem realidade e humanidade em palavras que foram completamente estruturadas para apresentar ou discutir um enfoque específico de um tema. Não importa qual tipo de texto você queira ou necessite escrever – pode ser uma tese de livre-docência, de doutorado, uma dissertação, monografia, um artigo científico, relatório – você precisará de disciplina, energia criativa e de dedicação para a pesquisa, criação, revisão e edição do texto. Apresentamos algumas sugestões para contribuir na redação. Cada tipo de texto científico tem suas características. Familiarize-se com o tipo de texto que pretenda produzir. Antes de c

Quinze dicas para a hora de defender a tese

Defesa de tese ou dissertação: hora H! Depois de ter concluído a tese , é essencial que o aluno se prepare para a apresentação oral do trabalho.  Um excelente texto não garante que a exposição na etapa final seja boa e, se o aluno não apresentar a tese de forma satisfatória, os examinadores podem subestimá-la ou até mesmo duvidar da preparação científica do candidato. O candidato se prepara redigindo o texto. A Kemelion prepara o texto, revisando e formatando. Geralmente a apresentação oral da tese é geralmente é feita por meio de slides em Powerpoint ® (ou software similar) contendo texto, figuras, tabelas, desenhos e fotografias . Bons slides não são tudo. O aluno deve estar preparado e conhecer ponta a ponta o conteúdo, coordenando bem a apresentação conforme explica os slides e se comportando de forma adequada durante essa etapa do trabalho. Abaixo apresentamos algumas dicas, tanto referentes à formatação e estilo da apresentação de slides, como à discussão da tese – aplicáveis a m

Como começar a escrever a tese ou dissertação

Dicas básicas para dar início à redação da tese Aqui vão algumas dicas para escrever teses e dissertações , ideias simples e práticas, para ajudar em problemas de como começar e como organizar, subdividindo a enorme tarefa em partes menos árduas para, em seguida, trabalhar nas partes.  Também vamos explicando, de maneira prática, como sobreviver à provação que a tese representa. Não é para ninguém morrer escrevendo a dissertação ou tese.  Estamos incluindo uma estrutura sugerida e orientação sobre o que deve haver em cada seção. Originalmente escrito para estudantes de pós-graduação ciências duras (física, matemática, engenharia), boa parte dos exemplos específicos fornecidos são tirados dessas disciplinas. No entanto, pode utilizado e apreciado pelos alunos de pós-graduação em várias áreas de Ciências e Humanidades.  Para começar a escrever a tese Quando você vai começar, escrever uma tese ou dissertação parece uma operação longa e difícil. Isto é porque é demorado e difícil mesmo!