Pular para o conteúdo principal

O revisor de textos não pode falhar

Sem erros na tese e na dissertação!

Finalmente, depois de descrever as virtudes, habilidades e tarefas dos revisores, suas falhas e possíveis erros também precisam ser mencionados.

Evidentemente, a revisão não serve a sua finalidade pretendida se, como resultado das correções, o texto-alvo for impreciso em relação a seu conteúdo, ou se estiver estilisticamente e gramaticalmente incorreto, se houver desvio do sentido do original ou do pretendido pelo autor e ainda se ele estiver difícil de processar para o destinatário. Isso pode acontecer se os revisores não corrigirem os erros gramaticais, se não fizerem a aferição estilística necessária ou se adicionarem mais erros no que diz respeito ao conteúdo e formatação do texto. A revisão também não serve a sua finalidade se os revisores modificarem o texto em vez de verificá-lo e corrigi-lo como devem, se fazem trabalhos desnecessários e perdem tempo e energia além da conta.
O revisor defende seu texto, você vai defender sua dissertação.

Revisamos teses e dissertações com máxima atenção para que não ocorram erros.

Isso geralmente acontece com os revisores que não sabem bem qual é sua tarefa. Os revisores também podem ser responsabilizados se não seguirem as diretrizes estipuladas para sua atribuição, se perderem o prazo ou se dificultarem a cooperação entre os participantes do processo de produção do texto. Os revisores estão, naturalmente, longe de serem infalíveis: não estão envolvidos no processo por causa de seu conhecimento superior entre os profissionais de editoração. Eles simplesmente usam outras competências, tomam decisões conscientes e empregam métodos pré-definidos enquanto verificam e aperfeiçoam o texto. Eles precisam de avaliação para seu desenvolvimento profissional, no entanto, na maioria dos casos, eles só recebem feedback dos autores e dos editores se subsistirem problemas com o texto revisado – porque, no processo de redação e editoração, normalmente, ninguém mais verifica o texto depois de terminar de trabalhar nele. Embora, na maioria dos casos, a revisão ocorra sem consulta ao autor, cooperar com ele pode contribuir também para o desenvolvimento profissional do revisor. Fornecer e aceitar feedback com base em argumentos conscientes, bem como indicar normas linguísticas aplicáveis, em vez de sentimentos instintivos serve, para o avanço profissional de ambas as partes. A consulta recíproca ajuda na detecção de erros e previne modificações desnecessárias e fúteis por parte do revisor. É importante ter em mente que autores e revisores não são inimigos empenhados em arrasar o trabalho um do outro. Pelo contrário, eles têm um objetivo comum: entregar um texto perfeito e de alta qualidade para a publicação.
Diante do exposto, pode-se estabelecer que os autores não possuem necessariamente a competência necessária para a revisão, de fato, pesquisas futuras podem demonstrar que os revisores não são necessariamente excelentes autores. O trabalho de autores e revisores é regido por diferentes competências, que podem se sobrepor em alguns casos, dependendo da tarefa dada ao mediador linguístico. A competência de revisão não é habilidade inata, mas um conjunto de habilidades adquiridas, aprendidas e que requerem desenvolvimento contínuo e contíguo. Um dos elementos da competência de revisão é que os revisores interfiram nos textos seguindo princípios específicos, e todos os aspectos de seu trabalho são permeados pela consciência profissional e embasamento linguístico. Os revisores sabem quais parâmetros levar em conta e sabem qual método empregar para esse fim. Eles podem justificar suas decisões, e, como não confiam em seus instintos, podem dar feedback objetivo e construtivo sobre o texto que revisam. Dito isto, eles são capazes de admitir seus próprios erros a fim de garantir que o resultado do processo de revisão tenha excelente qualidade.

Postagens mais visitadas deste blog

Normas básicas de digitação

Vale a pena digitar corretamente. A digitação correta é uma prática em desuso. Quase ninguém mais se preocupa com conceitos básicos da datilografia que foram transposto à digitação. Entretanto, formatar uma tese ou dissertação é infinitamente mais complexo que saber digitar num processador de textos. Nada dispensa a boa revisão . Um dos motivos pelos quais  o trabalho do revisor é  indispensável é porque  ninguém mais digita como  se deve. Aqui estão alguns problemas que sempre identificamos nas digitações problemáticas: A lacuna que separa os elementos gráficos (por exemplo, entre duas palavras) deve ser feita por um e apenas um espaço. O recuo do parágrafo, o alinhamento recuado das citações ou das tabelas etc. devem ser feitos por tabulação (ou então pelo recurso de estilo ou modelo, dos programas de edição de texto do computador). Não há espaço antes da pontuação (ponto, ponto-e-vírgula, vírgula, dois pontos). Há um espaço (e apenas um) depois da pontuação (ponto, ponto-e-vírgul

Como escrever um texto acadêmico - as melhores dicas!

Aspectos gerais e específicos do texto acadêmico Um texto científico ou acadêmico é um complexo trabalho dissertativo ou narrativo que tem características próprias sobre sua concepção, criação e apresentação.  Bons textos científicos acrescentam conhecimento mesmo quando levantam novas dúvidas, novos problemas ou novas abordagens sobre uma questão, permitindo que leitores encontrem realidade e humanidade em palavras que foram completamente estruturadas para apresentar ou discutir um enfoque específico de um tema. Não importa qual tipo de texto você queira ou necessite escrever – pode ser uma tese de livre-docência, de doutorado, uma dissertação, monografia, um artigo científico, relatório – você precisará de disciplina, energia criativa e de dedicação para a pesquisa, criação, revisão e edição do texto. Apresentamos algumas sugestões para contribuir na redação. Cada tipo de texto científico tem suas características. Familiarize-se com o tipo de texto que pretenda produzir. Antes de c

Como escrever o resumo de sua tese ou dissertação

Melhore o resumo de sua tese ou dissertação. O resumo é parte necessária da apresentação final de uma tese , dissertação ou mesmo de um artigo. A versão final do resumo terá de ser escrita depois que você terminar de ler a sua tese para enviar ao revisor do texto. Um resumo prévio, escrito nas diferentes fases do seu trabalho vai ajudar você a ter uma versão curta de sua tese a cabeça. Isso vai conduzir seu pensamento sobre o que é que você está realmente sendo feito, vai ajudá-lo a ver a relevância do que você está trabalhando no momento dentro do quadro maior, e ajudar a manter os vínculos que acabarão por conferir unidade à tese (dissertação, TCC, artigo). Resumo é uma apresentação concisa dos pontos relevantes de um documento (NBR 6028:2003). O que é um resumo? O resumo é um componente importante da tese. Apresentado no início da tese, é provável que seja a primeira descrição substantiva do trabalho a ser lida por um examinador ou qualquer outro leitor externo. Você deve vê-lo com

Quinze dicas para a hora de defender a tese

Defesa de tese ou dissertação: hora H! Depois de ter concluído a tese , é essencial que o aluno se prepare para a apresentação oral do trabalho.  Um excelente texto não garante que a exposição na etapa final seja boa e, se o aluno não apresentar a tese de forma satisfatória, os examinadores podem subestimá-la ou até mesmo duvidar da preparação científica do candidato. O candidato se prepara redigindo o texto. A Kemelion prepara o texto, revisando e formatando. Geralmente a apresentação oral da tese é geralmente é feita por meio de slides em Powerpoint ® (ou software similar) contendo texto, figuras, tabelas, desenhos e fotografias . Bons slides não são tudo. O aluno deve estar preparado e conhecer ponta a ponta o conteúdo, coordenando bem a apresentação conforme explica os slides e se comportando de forma adequada durante essa etapa do trabalho. Abaixo apresentamos algumas dicas, tanto referentes à formatação e estilo da apresentação de slides, como à discussão da tese – aplicáveis a m

A importância da formatação e da revisão

A importância do trabalho de um bom revisor. O processo de revisão de textos requer várias leituras. Depois de longos meses de trabalho, seu romance parece pronto para ver a luz – sua tese está prontinha para ser depositada. O volume está lá, em sua mesa, ele olha para você e só espera para ser publicado ou defendida. Você lê e relê, até não aguentar mais, tentando encontrar a menor das imperfeições. Tem certeza de que fez tudo? Nunca se tem essa certeza! Os erros se escondem bem . A forma de uma obra é tão importante quanto o seu conteúdo e alguns erros podem irreparavelmente arruinar o seu sucesso. Por esta razão, é realmente importante dedicar muita atenção à fase de formatação e revisão. Share on Tumblr Seguir @keimelion Tweetar Fazer a formatação significa dar ao texto o cuidado pré-editorial, uniformizar a apresentação e, quando se trata de um texto acadêmico, aplicar rigorosamente aquele monte de normas que foram indicadas. A revisão é uma série de leituras cuidadosas