Pular para o conteúdo principal

Processos da formação do revisor de textos

A formação do revisor de textos

Vários objetivos estão associados ao ensino da revisão. Antes de tudo, na formação como revisores, os alunos devem receber a noção de retrospectiva, entendida como o duplo fato de que a revisão é separada do processo cognitivo de escrita e que o revisor se apresenta como o primeiro leitor do texto. 

Aqui garantimos aperfeiçoar sua tese.

Share on Tumblr
No papel ficto de destinatário privilegiado, o revisor representa mais o público-alvo do que personifica a autoridade competente: a figura nefanda do policial do texto. Procuraremos demonstrar neste tópico o modo pelo qual a teoria fundamenta a revisão profissional portanto, deve integrar a formação do revisor. Há questionamento feitos por revisores profissionais e, às vezes, até por empregadores, quanto à importância da teoria da revisão, do ensino da revisão e de sua prática; infelizmente, devemos apontar que esses questionamentos advêm de pessoas completamente alheias aos modernos conceitos de revisão. Apesar dos esforços já realizados e das numerosas discussões em torno da contribuição do ensino teórico para os programas de revisão, os serviços de revisão, em todos os lugares, continuam ignorando essa questão, ignorando o real papel da teoria em seu trabalho.
  1. Há conhecimentos e habilidades necessários para que se possa transferir a experiência de revisão com sucesso, de forma motivadora, ajudando estudantes a desenvolver as competências básicas do revisor e a funcionar bem no mercado da revisão.
  2. Para garantir a formação teórica mais eficiente e orientada à prática, a relação entre formadores e alunos deve ser reconsiderada e remodelada em parâmetros de atividade cooperativa, a revisão colegiada, dos trabalhos feitos em equipe.
  3. A gestão passo a passo dos processos, em sucessivas etapas ou “camadas”, pode sugerir que jovens revisores, só podem alcançar performances satisfatórias combinando a base cognitiva de linguística à formação metódica e linear.
  4. Tarefas reais são adequadas ao uso no treinamento de revisores e formam uma ponte entre teoria e prática.
  5. A parte prática da formação do revisor é o processo de revisão, permitindo aos alunos revisar em base regular, com a oportunidade de discutir as soluções e obter feedback constante sobre o trabalho a partir do formador.
  6. O currículo dialógico procura ser um sistema mais bem integrado, incidindo no que acontece durante a execução do programa de formação do revisor.
  7. Há diferença significativa entre as revisões feitas sob a supervisão do revisor sênior, atuando como professor, e a prática de revisores profissionais no mundo real.
  8. Os aprendizes de revisão atuam sob escudo protetor do supervisor, já que é o revisor sênior que assume a responsabilidade pela qualidade do texto revisado.
  9. O modelo cognitivo de sugere que o revisor cria um modelo mental do evento de revisão, consistindo das informações verbais fornecidas pelo texto, bem como das informações que o revisor coleta.
  10. Contratos autênticos estão já sendo praticados em todo o mundo, por causa da mudança de quadro teórico ocorrida nos círculos de revisores.
  11. A experiência em formação adquirida nos últimos anos nos leva a preferir treinar revisores que estejam cursando entre o terceiro e o sexto períodos da graduação e suprirmos a efetiva falta inicial de ferramentas teóricas.
  12. Boas relações com os colegas são sempre cruciais: o instrutor de revisão faz parte da equipe em sua instituição de trabalho como revisor e deverá ser capaz de cooperar com os revisores em formação e com os outros formadores.

Postagens mais visitadas deste blog

Revisão de textos e tecnologia: de ontem para hoje

Tecnologia e revisão: ontem e hoje.“Uma máquina pode fazer o trabalho de 50 homens comuns. Não há máquina que possa fazer o trabalho de um homem extraordinário.” (Ebert Hubbard, escritor americano, 1856- 1915).— Os robôs chegaram! Os robôs chegaram! Pelo menos é o que a mídia está dizendo. Em muitos empregos, como na lavoura ou nas linhas de montagem, os robôs estão começando a ultrapassar os seres humanos e em breve tomarão seu lugar. Mas os revisores também estão na mira dos robôs (ou dos programas de correção ortossintática). Será que isso significa que nós revisores vamos perder o nosso sustento em poucos anos? Muitos jornais diários eliminaram a presença de revisores na redação, é verdade, mas muito jornais também já deixaram de ser impressos, outros deixaram de existir: não faz mais muito sentido imprimir notícias que ficam velhas antes de a tinta secar! Nosso ofício de revisar está em risco? Não temos tanta certeza…Share on Tumblr
A lenta evolução da revis…

Faça a revisão de sua tese ou dissertação conosco

Keimelion, revisores desde o século passado!Teremos grande prazer em prestar-lhe nossos serviços. Somos profissionais, estamos no mercado de revisão e formatação desde o século passado! Nosso serviço é completamente diferenciado, interativo e oferece um grau de qualidade e pontualidade que não tem concorrência! Revisão de texto acadêmico: todos os aspectos ortográficos, morfossintáticos e estilísticos; coerência macro e micro textual; adequação ao registro culto na linguagem acadêmica formal.Formatação normatizada: composição gráfica, editoração, diagramação segundo a norma indicada, criação de índices e sumários, legendas e tratamento de imagens, tratamento de imagens, gráficos, tabelas ou outros tipos de ilustrações.A formatação é feita segunda a norma indicada pelo cliente: ABNT, Vancouver, APA, e segundo as instruções da instituição a que se destina o texto. Ao cliente que contrata revisão e formatação, ao mesmo tempo, concedemos desconto de 50% sobre o valor da formatação. Para a …

Revisão e formatação de teses

Padrão Keimelion de revisão: o melhor.A Keimelion oferece serviços profissionais para revisão e revisão de teses e dissertaçõespara programas de pós-graduação em todas as áreas acadêmicas desde 1999.Para submeter sua tese de doutorado ou dissertação aos nossos serviços especializados de revisão e formatação, basicamente, assim que você tiver 90% ou mais de seu trabalho redigido, envie para nós que faremos um orçamento e apresentaremos detalhadamente nosso método de trabalho. O endereço de e-mail está aqui ao lado. A revisão de teses e a formatação na Keimelion são feitas por uma equipe composta de revisores e formatadores altamente qualificados com profundo conhecimento de linguística aplicada à revisão e vasta experiência. Todos têm prática com teses e gosto pelo trabalho atendo, cuidadoso e detalhista. Eles têm experiência universitária e científica em muitos campos do conhecimento. Nossos revisores especializados na revisão e correção de teses de doutorado já cooperaram no trabalho …

Revisão de teses – o que faz um bom revisor acadêmico?

Revisar teses e dissertações requer experiência.Selecionar o revisor, contratar e acompanhar o serviçoAo selecionar um serviço de revisão de tese ou dissertação, você compra o trabalho altamente individualizado de um revisor ou de uma equipe de revisores. Portanto, é importante saber que qualidades procurar nesse revisor, ou naquela equipe, porque garantir que você obtenha o profissional certo é a única maneira de ter certeza de que a revisão de sua tese seja feita segundo o padrão necessário. A primeira coisa a procurar – e isso é universalmente verdade para todos os revisores, independentemente do que eles estejam revisando – é a atenção imprescindível aos detalhes. Grande parte da tarefa do revisor é detectar erros muito pequenos, como hifens incorretos, ponto e vírgula representando dois pontos ou números notas de rodapé do lado errado de um ponto final. Perceber esses detalhes requer conhecimento linguístico, mentalidade crítica e treinamento profissional. Não apenas os detalhes, …

Função do revisor como controle de qualidade

Função do revisor de textos.A revisão é uma forma de controle de qualidade apresentada pelo revisor no processo e no produto. Share on Tumblr
Todos reconhecerão que o autor, independentemente de sua formação e do gênero textual produzido, não pode fornecer versões impecáveis de seus escritos em todos os momentos. A questão que surge, então, refere-se à qualidade buscada pelo autor ou pelo serviço de revisão. Pode-se questionar a utilidade do controle de qualidade em relação ao custo que ele representa. Um autor pode decidir não revisar seu escrito, assumindo o risco de apresentá-lo com qualidade inferior à pretendida. Uma série de argumentos poderiam apoiar tal decisão: documentos de baixa importância ou escopo limitado, orçamento incompatível com o custo exigido por um serviço de revisão de alta qualidade – então, é o autor que assume conscientemente o risco de apresentar o texto de qualidade inferior. A revisão está associada à melhoria de qualidade textual em …