Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2021

Normas básicas de digitação

Vale a pena digitar corretamente. A digitação correta é uma prática em desuso. Quase ninguém mais se preocupa com conceitos básicos da datilografia que foram transposto à digitação. Entretanto, formatar uma tese ou dissertação é infinitamente mais complexo que saber digitar num processador de textos. Nada dispensa a boa revisão . Um dos motivos pelos quais  o trabalho do revisor é  indispensável é porque  ninguém mais digita como  se deve. Aqui estão alguns problemas que sempre identificamos nas digitações problemáticas: A lacuna que separa os elementos gráficos (por exemplo, entre duas palavras) deve ser feita por um e apenas um espaço. O recuo do parágrafo, o alinhamento recuado das citações ou das tabelas etc. devem ser feitos por tabulação (ou então pelo recurso de estilo ou modelo, dos programas de edição de texto do computador). Não há espaço antes da pontuação (ponto, ponto-e-vírgula, vírgula, dois pontos). Há um espaço (e apenas um) depois da pontuação (ponto, ponto-e-vírgul

Redundância ou pleonasmo vicioso

Anteontem, chegando em casa, eu logo senti o cheiro de algo parecido com comida típica de inverno. Curioso, deixei a minha mochila no quarto e fui direto para a cozinha. Ao dar um beijo na minha mãe e dizer oi, eis que ela me diz: – Vá tomar banho para jantar, estou fazendo canja de galinha. Pois é. Provavelmente você nem percebeu algo “fora do lugar” na frase dita pela minha mãe. Por ser tão comumente usado, geralmente nem identificamos na expressão “canja de galinha” um dos vários pleonasmos viciosos existentes. PLEONASMO (do grego, pleonasmós = superabundância). Pleonasmo quer dizer sobejidão de palavras, o qual então o cometemos muito quando se dizem algumas que se podiam escusar, como Oulhou-me com os seus olhos, e Falou-me com a sua boca: porque ninguém pode oulhar ou falar senam per olhos e boca própria. (João de Barros, Gramática da Língua Portuguesa, Lisboa, 1540, 36v) O autor deve sempre estar atento a pleonasmos indesejáveis. O revisor vai checar isso também. Pleonasmo é um

Para escrever bem: concisão e clareza

Sugestões para a redação acadêmica Sugestões para redação são sempre bem-vindas; os autores devem sempre procurá-las e, mesmo os que já sejam experientes, ocasionalmente reler algumas. Vale até para revisores de textos , pois o uso do cachimbo entorta a boca: é também na prática que se adquirem vícios - mesmo os de linguagem. A linguagem acadêmica tem seus cacoetes, suas especificidades; essas dicas que se seguem são para esse tipo especial de texto, mas servem à maioria dos outros - quase sempre. O texto não deve apenas parecer inteligente. Deve ser claro e verdadeiro. Não se preocupe em demasia com questões gráficas, deixe para o formatador . Redação planejada evita esforços inúteis. Planeje também a revisão de seu texto. Proceda como se estivesse escrevendo para leitores com interesses muito variados e níveis de exigência também desiguais. O melhor caminho, nesse caso, é redigir um registro estruturado e completo: expor o seu problema, o método de abordá-lo, as análises e conclusõe

Por que, porque, por quê, porquê

O porque dos porquês ! Você sabe, com segurança, usar por que, por quê, porque e porquê?  Essas expressões costumam causar confusão e até perplexidade, não é sem razão: são pronunciadas da mesma forma, dependendo da entonação, mas as grafias são quatro! Revise sempre tudo que escrever. Depois contrate um revisor. Por que (separado, sem acento)  – Em perguntas diretas ou indiretas, no início ou meio de frases. Neste caso, sempre cabe a palavra motivo.  Exemplo: Por que (motivo) trabalhas tanto? É a preposição por acompanhada do pronome interrogativo que . Não consigo formatar e não sei por quê. - Só o profissional sabe o porquê. Há construções que sempre causam dúvida . Estas são das tais. – Em construções em que pode ser trocado por pelo qual e suas flexões (pelas quais, pelos quais). Trata-se de preposição por acompanhada do pronome relativo que.  Exemplos: Só sei as esquinas por que (pelas quais) passei.  Conheci o rapaz por que (pelo qual) tua filha anda apaixonada. Por quê (separ

Expressões que o revisor de textos vai cortar

Evitem criteriosamente bordões e frases feitas. Todos os bordões e frases feitas que devem ser suprimidos - o texto só tem a lucrar sem eles. Há também erros crassos que são recorrentes. Há aqui alguns alertas! Há muito mais que isso, mas tome estes exemplos como princípios de uma lista que é sempre crescente. Quando se trata do texto acadêmico, como no caso dos artigos científicos, das dissertações e teses, essas frases feitas são completamente inadequadas, não devem mesmo ser usadas e os erros que apontamos abaixo serão todos cuidadosamente podados pelo revisor; linguista não tolera essas construções em gêneros formais de textos. Existem expressões a que as pessoas recorrem “a todo momento” (sempre) e que repercutem no nível de texto (qualidade), esses bordões devem ser evitados, principalmente no texto acadêmico. Os revisores de textos não usam mais a famigerada caneta vermelha. Ainda assim, eles não têm dó de cortar o que sobra nos textos de seus clientes, pois a máxima "menos

Regência: o verbo preferir

Segundo dicionários de regência verbal, o verbo preferir significa basicamente dar prioridade ou preferência a; gostar mais de, escolher ou querer antes. É querer antes de alguma outra coisa ou várias coisas! Muitos autores de tese ou dissertação preferem revisar seus textos conosco. “Minha mãe disse que prefere ir para o Nordeste de que fazer uma viagem ao Sul.” [Inadequado] Para a construção do significado, algumas palavras da língua portuguesa usadas por nós exigem o acompanhamento de outros elementos linguísticos. A essa relação de dependência exigida pela norma culta, com o propósito de produzir um significado, chamamos de regência . Vamos então fazer um apanhado do assunto em questão. Preste atenção, é bem simples! A regência verbal pode se dar de duas maneiras, conforme descrito a seguir: Direta , quando a relação de dependência é imediata (João ama Maria). Indireta , quando ela é intermediada por outros elementos da língua, como as preposições (João gosta de Maria). O objeto di

Ponto, vírgula, ponto e vírgula e mais pontuação

Pontue - depois contrate um revisor! A pontuação deve ser usada segundo a necessidade imposta pelo texto, considerada a gramática e o objetivo comunicacional do produto! A pontuação faz parte do sentido, do ritmo, da sintaxe e da estética da frase. O revisor do texto vai cuidar muito bem de pontos, vírgulas e dos outros sinais. Vírgula Sinal gráfico (,) mais usado, por isso mesmo aquele que ocasiona a maior quantidade de erros de pontuação. Um dos mais comuns é separar sujeito de verbo, ou verbo do complemento – o que é também erro lógico, além de gramatical. Outro, usar apenas uma das vírgulas na intercalação – usam-se as duas, quando obrigatórias, ou nenhuma, quando dispensáveis: O empresário, preocupado com o ritmo da inflação, começou a comprar dólares; Terminou ontem[,] às 10h[,] o prazo para entregar declaração do Imposto de Renda. Como todos sabem, a vírgula é um dos sinais de pontuação mais desprezados. Há mesmo escritores, jornalistas e colunistas que se especializam em não a

Dicas definitivas para artigos científicos

Produzir artigos científicos é cada vez mais necessário O artigo acadêmico ou científico é associado ao gênero que reporta alguma investigação feita por seus autores com vistas à apresentação de descobertas ou discussão de questões teóricas ou metodológicas.  Na pós-graduação, atualmente, já se exige dos alunos a redação de artigos acadêmicos, mas isso costuma ser problema para a maioria dos estudantes. As sugestões que apresentamos aqui são direcionadas à produção dos artigos por autores inexperientes , mas valem também para as dissertações e teses. Claro que há muita coisa mais a ser considerada e colocada em prática, mas nunca haverá uma lista completa de tudo que se deva ter em mente na redação de textos de qualquer gênero. Os textos são complexos, o conhecimento é complexo e ainda existem as questões de linguagem formal e do jargão a serem superadas. Revisar artigos, dissertações ou teses não é tarefa para amadores. Basicamente, texto não foge à regra: é fazendo que se aprende –

Revisão de tese – dez dicas necessárias

Tudo o que o mestrando precisa saber sobre a revisão de dissertação.  Quem precisa fazer uma boa revisão em sua dissertação ou tese , mas não sabe exatamente o tipo de serviço e de profissional de que precisa pode obter nestas postagens a maioria das informações necessárias para compreender o serviço e fazer boas escolhas.  Keimelion - revisão de textos - é um nome consolidado no ramo das revisões acadêmicas ; são mais de vinte anos prestando serviços reconhecidos a pesquisadores das mais renomadas universidades.  Se você ainda não viu, esta postagem é precedida de outra, sugerimos que você comece por lá: Revisão de tese – dez dicas suficientes. Share on Tumblr Seguir @keimelion Tweetar Como o orçamento é calculado?  Para orçar uma tarefa de revisão de tese, o revisor precisa saber o tamanho do texto, a qualidade do produto e o tipo de intervenção necessários. Posto que o texto é uma tese ou dissertação, o revisor já sabe o gênero a que o texto compete e o registro a ser unifo

Revisão de tese – dez dicas suficientes

Tudo o que o doutorando precisa saber sobre a revisão de tese.  Aqueles que decidiram fazer a revisão de sua tese ou dissertação à revisão , mas não sabem quem contratar, acharão este guia particularmente útil. Se você ainda não se decidiu sobre a importância de submeter a tese de doutorado a um revisor de textos, entenda a necessidade de fazer isso ao ler esta postagem. A Keimelion – revisão de textos – presta serviços a pesquisadores , doutorandos e mestrandos , há mais de vinte anos, temos sólida experiência e somos reconhecidos pela qualidade da revisão e da formatação que fazemos.  O revisor que tem que explicar ao um cliente em potencial quais são os vários tipos de revisão de texto que existem e como ele faz a revisão adequada à tese ou à dissertação: a revisão acadêmica. O revisor também deve explicar com exatidão como vai cobrar pelo serviço, qual o prazo necessário e como o cliente vai acompanhar o serviço acompanhar o trabalho. Aqui você encontrará muitas respostas à mai